Promoção!
CapaDracula

Drácula por Rodolfo Zalla

R$40,00 R$36,00

Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 128

Em estoque

REF: 978-85-60090-38-9 Categoria Etiquetas: ,

Descrição do produto

Este livro reúne 8 histórias completas ilustradas por Rodolfo Zalla. Com a exceção de O Convidado de Drácula, criada exclusivamente para esta edição, as demais foram publicadas nas páginas da histórica revista Mestres do Terror, entre os anos 1983 e 1993. O Convidado… é a primeira adaptação brasileira do conto escrito por Bram Stoker, o criador de Drácula, que deu origem ao romance, mas foi excluído do livro e só publicado postumamente. Uma short story ousadamente desenhada por Zalla só a lápis, resultando em uma obra literalmente insólita.
Destacamos também O Vampiro de Cera, escrita por Rubens Francisco Lucchetti, a primeira história de Drácula desenhada por Zalla; “V” de Vampiro, que transcorre durante o nazismo; Terror… Também é Cultura!, em formato documentário, abordando Vlad Tepes III, o Empalador, o Drácula; O Grito de Uma Sombra, obra que agora é publicada remasterizada e no formato concebido por Zalla.
Destinos Cruzados, em que o rei dos vampiros se apaixona por uma bela cega que vive isolada em uma ilha, ao lado de seu pai, cuidando de um velho farol, é uma aventura ímpar no universo vampiresco. Assim como O Homem de Negro, que nos conduz a Frankfurt do século 19, em páginas memoráveis que comprovam o total domínio e maestria que Rodolfo Zalla tem sobre a narrativa em quadrinhos, com seu estilo absolutamente pessoal e seus desenhos “crespos”, repletos de figuras vívidas, damas sensuais, castelos de pedras, carruagens reais, vilões de cartola e sinistras senhoras decrépitas. Por isso Rodolfo Zalla é o verdadeiro Mestre do Terror.

ATENÇÃO
Este livro é aconselhável para adultos.


Rodolfo Zalla começou sua carreira profissional em 1953, na Argentina, e logo estava atuando nas revistas Frontera e Hora Cero, do editor e roteirista Héctor Germán Oesterheld. A crise econômica que se abateu sobre seu país no início dos anos 1960 trouxe o artista para o Brasil em 1963. De imediato, editores e leitores brasileiros reconheceram seu grande talento.
Targo e historietas de terror foram seus primeiros trabalhos aqui e, em seguida, viriam suas HQs de guerra, faroeste e outros gêneros. Em 1967 fundou com o amigo Eugênio Colonnese o Estúdio D-Arte, onde realizavam entre 200 e 300 páginas de histórias em quadrinhos por mês. Foi a partir de 1981 que começou a publicar histórias de terror com absoluta regularidade e qualidade. Em Mestres do Terror Zalla começou a desenhar a sua versão de Drácula, que estreou no primeiro número da revista, em 1982.